Vídeo: Pastores são o primeiro casal gay a casar no civil no RJ: “União Homoafetiva”


Apesar da Justiça brasileira ainda não reconhecer o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo, o Supremo Tribunal Federal determinou recentemente que fossem reconhecidas as uniões entre as pessoas que tenham o mesmo sexo.

Segundo o jornal Extra, um casal de pastores da igreja Cristã Contemporânea realizaram uma união formal diante de um juiz. O caso é o primeiro do Rio de Janeiro, e devido à grande maioria de comentários homofóbicos acabou repercutindo.

Marcos Gladstone e Fábio Inácio, ambos fundadores da igreja evangélica citada acima, estavam juntos há mais ou menos 5 anos. Na última quinta-feira (16), eles oficializaram a união em cartório.

Em um vídeo, um dos pastores se disse muito satisfeito e orgulhoso sobre a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal):

Hoje eu me sinto orgulhoso de ser brasileiro e de saber que o meu afeto e o meu amor são reconhecidos pelas nossas leis 

No ano de 2009, os pastores tiveram a iniciativa de fazer uma cerimônia no religioso e casaram-se. Há pouco mais de dois meses começaram a dar entrada nos papéis para a adoção de duas crianças.

O casal sonha em viver feliz como uma família normal no Brasil, e que não vão parar de lutar pelos direitos das pessoas homossexuais. Para a tabeliã que realizou o casamento, esse novo passo permite ao casal obter um novo status diante da sociedade.

 Agora eles serão vistos como uma entidade familiar. Mas é importante frisar que a lei ainda não regulamente a união civil. No registro, eles continuam solteiros.

Em uma bela iniciativa, o jornal Extra criou um passo a passo para as pessoas que se interessam em realizar a requisição da união estável entre duas pessoas do mesmo sexo aqui, clique e saiba como conseguir.

Veja o vídeo

Fonte: Extra