Vídeo: Funcionário desmaia na frente do príncipe Charles e imagens chocam


Nesta última quinta-feira (9), o príncipe Charles foi protagonista de uma cena um tanto quanto inusitada. Enquanto o herdeiro do trono do Reino Unido realizava uma visita a uma rede de supermercados, um funcionário do estabelecimento acabou desmaiando na frente de príncipe. Charles se locomoveu até o local com o objetivo de prestar agradecimentos em relação aos esforços que a empresa estava tendo frente à pandemia ocasionada pelo novo coronavírus.

No momento em questão, o filho da rainha Isabel II estava acompanhado da duquesa da Cornualha, Camila Parkes, quando decidiu se aproximar de um grupo de funcionários que se encontravam no local. Após o feito, um dos funcionários começou a dialogar de forma amigável com o príncipe e, de forma inesperada, acabou perdendo os sentidos. No vídeo que está repercutindo nas redes sociais, o funcionário, cujo nome não foi divulgado, começou a ficar aparentemente tonta e logo na sequência, desabou no chão de uma forma impressionante.

Presenciando tal situação, Charles solicitou que socorros fossem prestados ao rapaz, deixando o centro de distribuição localizado em Bristol apenas quando o trabalhador pôde recobrar os sentidos e mostrar que já estava bem. Antes de deixar o local em questão, Charles ainda fez questão de cumprimentar o rapaz.

Na conta oficial nas redes sociais da Família Real, foi publicado uma mensagem celebrando a recuperação do funcionário, que levou um grande susto.

“Ainda bem que ele se recuperou rapidamente! Foi um momento altamente incomum”, escreveu a Família real no Twitter.

Rotina intensa

Até o momento desta publicação, o motivo pelo funcionário do supermercado ter desmaiado ainda não foi revelado para o público. Durante os últimos meses, no cenário da luta contra a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus no Reino Unido, diversos funcionários necessitaram voltar de suas respectivas aposentadorias, realizando trabalhos em turnos com carga horária excessiva. Mesmo com revezamentos, o esgotamento de tais trabalhadores é notório, tudo com o objetivo de atender a grande demanda de consumidores que, no momento, cumprem a quarentena em seus domicílios.

Fonte: i7News