Urgente: Lula apoia Gilmar Mendes na briga contra militares do governo de Bolsonaro


Recentemente, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva decidiu ir até as redes sociais se pronunciar sobre uma polêmica envolvendo Gilmar Mendes, atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Lula, na ocasião, falou sobre as críticas que o jurista vem recebendo devido ao seu recente pronunciamento sobre à atuação do Exército na condução do Ministério da Saúde, frente aos esforços para frear a pandemia ocasionada pelo novo coronavírus.

Em suas falas, Lula afirma que Gilmar Mendes está correto e que o mesmo não havia culpado o exército, querendo dizer, apenas, que a atuação do exército brasileiro, sem cobrar o atual presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) irá contribuir com os erros do mesmo. As afirmações foram realizadas durante a participação de Lula em um evento online com os membros da Federação única dos Petroleiros (FUP).

Durante o último fim de semana, Gilmar Mendes decidiu manifestar sua indignação com as atitudes o Exército, associando sua colaboração com um “genocídio”, fazendo uma clara alusão com o atual governo de Jair Bolsonaro frente à pandemia. Após as falas do ministro, o Ministério da Defesa decidiu emitir uma nota de repúdio com as falas proferidas, enviando, em seguida, uma representação contra Gilmar Mendes para a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Lula, vendo toda a polêmica envolvendo o caso, ainda intitulou Bolsonaro como “irresponsável”, afirmando que o presidente “brinca com a sociedade brasileira e com a Covid-19”, ao ignorar as recomendações enviadas pela Organização Mundial de Saúde” e outras autoridades de saúde do Brasil e do mundo, incentivando a abertura do comércio sem dar nenhuma garantia aos trabalhadores brasileiros.

Não parando por aí, Lula ainda ressaltou que as 74 mil mortes por coronavírus no Brasil aconteceram devido a responsabilidade do presidente que, de acordo com ele, deveria ser um maestro, discutindo formas de evitar a corrosão da sociedade do país frente à Covid-19.

Ainda durante seu discurso no evento dos petroleiros, o ex-presidente ainda criticou o “desmonte da Petrobras”, que está sendo feito por meio das vendas de ativos da estatal.

Lula informou que é o maior interessado em que a Petrobras não seja repartida da forma que está sendo feit,a dizendo que, quem está realizando a compra dos ativos, deve se preparar pois, um dia, o povo poderá toma-lo de volta.

Fonte: ValorInveste