Urgente: a Covid-19 está matando um brasileiro por minuto e a situação ainda deve se agravar, afirmam especialistas


O que para o Presidente Jair Messias Bolsonaro não passa de uma ‘gripezinha’, para 34.021 brasileiros foi a sentença de morte.

Nesta quinta-feira (4), em apenas 24 horas, 1.473 pessoas perderam a vida para a Covid-19 e infelizmente, para os especialistas em saúde, o pico da pandemia no Brasil ainda não aconteceu.

De acordo com o portal de notícias online, ‘Último Segundo’, fora as subnotificações, os dados oficiais do Ministério da Saúde informam que os novos casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) no Brasil são 30.925, totalizando 614.941. O aumento foi de 5%. A taxa de letalidade permanece em 5,6 %, uma das mais altas do mundo.

O número de mortes em 24 horas equivale a uma morte por minuto, já que 24h têm 1.440 minutos.

Com estes números arrasadores, o Brasil ultrapassa a Itália e se torna o 3º país com mais mortes causadas pelo novo coronavírus no mundo. A Itália registrou 33.689 óbitos por causa da Covid-19.

Mesmo diante desta tragédia humanitária, o Presidente Bolsonaro vetou uma ajuda essencial para o combate a Covid-19, veja:

COVID-19

O novo coronavírus – Covid-19 – não escolhe suas vítimas, todos estão sujeitos e suscetíveis ao contágio, por isso siga as orientações da OMS – Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde e proteja-se. FIQUE EM CASA!!!

Fonte: Último Segundo