Teste de estresse: a figura está em movimento ou lhe parece estática?


Recentemente, um novo teste está dando o que falar nas redes sociais, prometendo revelar o nível de estresse de acordo com o que as pessoas veem na imagem.

De acordo com o modo que seu cérebro compreende a imagem em questão, supostamente, é possível compreender qual seu nível de humor no momento, sendo capaz de descobrir se está estressado, mal-humorado ou tranquilo. A técnica citada funciona através da conhecida projeção 3D.

De acordo com as informações, o teste teria sido desenvolvido por um neurologista japonês, funcionando de um modo simples e sem muitas complicações. Para saber seu nível de estresse, basta apenas olhar para a imagem e, caso esteja enxergando-a em movimento, isso significado que, neste momento, você está estressado. No entanto, caso a figura lhe pareça estática, isso é um sinal que, neste momento, você se encontra calmo e relaxado, sem muitas preocupações com a vida.

Quanto maior o movimento enxergado na imagem, isso supostamente é um indicativo que você está mais estressado e seu humor, infelizmente, não está dos melhores. Se você olhar para a foto e o movimento se assimilar com o de um carrossel, é um sinal que seu grau de estresse neste momento está bastante elevado.

Pela internet, muitas divergências e especulações são comentadas sobre o caso em questão. Muitos internautas afirmam que a imagem foi criada pelo suposto cientista japonês, enquanto outros dizem que a imagem é de um ucraniano chamado Guten Tag Vector, que trabalha como designer gráfico.

Outras pessoas afirmam com unhas e dentes que a interpretação do japonês não é verdadeira, e tudo se trata apenas de uma ilusão de ótica. Assim, essa vertente de pensamento diz que todas as pessoas enxergarão a imagem da mesma forma e, caso fixe a concentração para a foto sem mover os olhos, ele se tornará estática.

A grande verdade é que a imagem se tornou extremamente intrigante e desafiadora para os internautas, se tornando viral ao redor de toda a internet. Algumas pessoas alegaram se sentir tontas com a movimentação.

E você, o que acha de tudo isso?

Fonte: 1News