Simulação mostra como o vírus se espalha, apesar do uso de máscara; Vídeo


A pandemia do novo coronavírus mudou a rotina das pessoas no mundo inteiro, e agora é obrigatório o uso de máscara para evitar a contaminação do vírus que ainda não tem nenhum medicamento eficaz. A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem dado orientações para evitar o contágio.

Um das dicas é usar a máscara sempre que sair na rua, evitar aglomerações, lavar bastante as mãos e usar álcool gel se estiver em algum lugar que não possa lavar aos mãos, evitar colocar as mãos na boca também.

testagem de coronavírus no Sesc-DF

Uma simulação feita por pesquisadores da Universidade de Nicósia, no Chipre, mostra que a máscara diminui o risco de contágio, mas não não impede que gotículas produzidas ao tossir, espirrar, falar e, até mesmo, respirar se espalhem pelo ambiente.

Os autores do estudo, levaram em consideração coisas como, mudanças climáticas, turbulência do ar e temperatura da pele e da boca de uma pessoa doente para montar simulações computacionais.

pessoa de máscara em preto e branco

Os testes foram feitos baseados com uma máscara cirúrgica padrão e mostraram que, o uso dela bloqueia o jato de gotículas contaminadas para frente, mas acaba deixando que vaze algumas partículas nas partes lateral, inferior e superior. O estudo mostra que algumas dessas partículas contaminadas podem chegar a 1,2 metros antes de caírem no chão.

 

Veja todos os detalhes no vídeo abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Metrópoles