Sem recursos governo recua, diz que não vai antecipar 2ª parcela do Aux. Emergencial e beneficiários se desesperam


O Auxílio Emergencial é uma das medidas provisorias do governo federal para ajudar os brasileiros que tiveram suas rendas comprometidas por conta da pandemia provocada pelo covid-19.

Inúmeras medidas foram projetadas nos países atingidos pela crise tando na saúde quanto na economia no mundo todo, aqui no Brasil não tem sido diferente.

Por conta do alastramento do coronavírus, os trabalhadores que não fazem parte dos serviços essenciais estão em isolamento social e assim necessitam receber o beneficio para colocar o alimento da mesa em suas casas.

Agora confirmada de que começou faltar recursos para que o governo cumprisse sua palavra que seria antecipar a segunda parcela do beneficio, preocupou a população;

Principalmente porque milhares de pessoas ainda não receberam nem mesmo a primeira parcela.

A caixa havia anunciado que o governo anteciparia a segunda parcela do beneficio emergencial, que inclusive seria pago a partir de hoje, quinta-feira, dia 23 de abril.

Mas de acordo com o Ministério da Cidadania, o governo não disponibiliza de recursos garantir a antecipação da 2ª parcela antecipadamente.

“Por fatores legais e orçamentários, pelo alto número de requerentes que ainda estão em análise, estamos impedidos legalmente de fazer a antecipação da segunda parcela do auxílio.”

Ainda em nota, o Ministério da Cidadania não informa a data do pagamento da segunda parcela e afirma que o governo deve avaliar a situação o mais rápido possível.

“solicitamos previsão para uma suplementação orçamentaria o mais rápido possível”.

Antes de solicitar seu beneficiário confira de você se enquadra nas seguintes exigências: Confira aqui!

Fonte: UOL / G1