Morre o primeiro cachorro que testou positivo para coronavírus


O primeiro animal a ser detectado com o novo coronavírus foi um cachorro da raça pastor alemão, o qual se chama Buddy.

Buddy ficou conhecido no mundo inteiro por ter sido o primeiro cachorro a ter contraído a covid-19. O pastor alemão já tinha seus sete anos de idade.

O cachorro começou a sentir sintomas da doença, que normalmente são comuns em humanos. Logo seus donos o levaram em um veterinário para que se pudesse identificar o que estava acontecendo. Buddy estava com dificuldades para respirar.

Esse foi o primeiro caso detectado pelas autoridades, onde foi comprovado que o animal contraiu o coronavírus. Tudo também foi documentado pela revista National Geographic.

Segundo informações do dono do animal, Robert Mahoney, os primeiros sintomas começaram a ocorrer no dia 21 de Abril, quando o cachorro começou a ter dificuldades para respirar, ficou muito triste, desanimado e também perdeu peso.

Os médicos que examinaram animal não acreditavam que ele poderia ter contraído o vírus, só apenas no dia 15 de maio resolveram fazer o teste no cachorro, o quê para surpresa de todos deu positivo.

Outros testes foram feitos no animal, os quais são chamados de contraste, para confirmar a contaminação. Após feitos todos os exames, a confirmação da doença foi dada pelo departamento de saúde de Nova York.

Em relato o médico veterinário de Buddy, Dr Robert Cohen, relatou que não tinha nenhuma experiência sobre o assunto, ou até mesmo conhecimento com base científica desta infecção em cachorros.

A família do animal relatou que as autoridades federais e também municipais, além de não saberem muita coisa sobre a doença nos cães, eles também pareciam não estar muito interessados em aprender. Buddy infelizmente não resistiu as complicações do novo coronavírus e veio a falecer.

Fonte: UOL