Ministra Damares é acusada de agredir e constranger vendedor

Foto: Montagem/Reprodução

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves vem ganhando destaques na mídia nas últimas semanas por momentos polêmicos, e dessa vez o motivo é algo que foi parar na Justiça.

Segundo informações do jornal O Globo, o vendedor Thiego Amorim, que se envolveu em uma confusão com Damares numa loja de um shopping em Brasília na semana passada, entrou com uma representação na Procuradoria Geral da República (PGR) contra a pastora nesta segunda-feira, dia 07/01.

Os motivos apresentados pelo rapaz e seu advogado Suenilson Sá são: constrangimento, vias de fato e ameaça. Câmeras de segurança do estabelecimento podem comprovar que a ministra segurou o rapaz pelo pescoço, enquanto lhe dirigia a palavra em um tom de ameaça.

Segundo o relato do vendedor, a assessora que acompanhava a ministra no shopping teria dado um tapa na sua mão, enquanto Amorim pegava o celular para começar a gravar. O advogado ainda disse que o vídeo que viralizou não mostra tudo o que aconteceu.

— Na filmagem só aparece uma parte do que aconteceu, não mostra a evolução dos fatos. Antes ele disse que a loja estava toda em promoção, ela chegou a experimentar uma roupa e foi no final que ele fez a pergunta sobre a cor. Ele começou a gravar porque se sentiu ameaçado. Não teria tido a atitude de filmar se ela não tivesse feito nada. O gesto de segurar em seu pescoço configura ameaça — afirmou o advogado. — Ainda que só tenha conseguido gravar uma parte, que não dá sustenção do principal, o caso tem como ser comprovado pelas imagens das câmeras do circuito interno da loja.

O advogado também registrou ocorrência na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos. Segundo ele, essa medida foi necessária em decorrência de uma série de ameaças que o vendedor vem recebendo por meio das redes sociais, muitas delas com injúrias raciais.

Irritado, Gusttavo Lima humilha Alexandre Pires: “Quem estava pagando era eu”

Receita de Carne Com Café do Mais Você de terça 08/01/2019