Mandetta se pronuncia novamente e diz que quarentena foi ‘precipitada’ e que proposta de Bolsonaro será avaliada; Vídeo


O Ministro da Saúde Mandetta se reuniu com demais secretários em coletiva , na tarde desta quarta-feira, dia 25 de março.

Em vídeo, Mandetta e sua equipe prestaram contas à sociedade brasileira sobre os números de óbitos e casos confirmados do covid-19.

Até essa data no Brasil já foram registrados, 57 óbitos, sendo divididos em 48 no estado de São Paulo, 8 no Rio de Janeiro, 1 óbito no Rio grande do Sul, 1 óbito também em Manaus.

No total são 2.433 casos confirmados de contaminação do novo coronavírus, de acordo com o ministro, temos somente 30 dias do início da infecção viral no Brasil.

Sobre a quarentena, o ministro disse que este é um mecanismo que a gente lança mão, quando se tem uma doença infecciosa, de transmissão fácil, com consequência de letalidade ou consequência de crise no sistema de saúde, como é o caso do covid-19.

Mandetta disse que a quarentena é um remédio muito amargo, e esclareceu que existem uma série de medidas que podem ser feitas antes de ‘fechar tudo’, ou ‘close all’, como se tornou viral na web.

O Ministro disse que continuará focando na “Vida do ser humano”, mas falou sobre a necessidade de se avaliar a quarentena como Bolsonaro disse em seu discurso.

Assista a íntegra da coletiva do Ministro de Saúde, no vídeo aqui abaixo!