Jovem tosse por 14 anos, o que ela descobre no pulmão é de arrepiar


Trabalhar na área da saúde é uma das profissões mais complexas, expostos o tempo todo a infecções, os profissionais precisam ainda lidar com a pressão do dia-a-dia. Além dos inúmeros casos, existem aqueles pacientes que possuem sintomas que intrigam os médicos, como é o caso de uma jovem de 22 anos.

A chinesa que não teve a identidade revelada, desde a infância, apresentava um quadro de tosse persistente. Segundo informações, ela teria sido admitida no Primeiro Hospital Afiliado da Universidade de Medicina Chinesa de Guangdong, na região sul da China, diagnosticada com um quadro de bronquiectasia – essa condição tem como característica principal uma tosse persistente e incômoda, rica em muco devido aos danos causados nas vias áreas.

Em muitos casos clínicos o tratamento é feito com alguns medicamentos como antibióticos. No entanto, no caso da jovem, ela não apresentava melhorias, pelo contrário, os problemas respiratórios pioravam.

Na tentativa de descobrir a causa da constante e incômoda tosse, o vice-chefe de cirurgia cardiotorácica do hospital, decidiu pedir novas tomografias para verificar o que estaria causando a tosse.

Para a surpresa do doutor Wang Jiyong, a causa pouco comum foi descoberta, havia um pequeno osso de galinha dentro do pulmão da jovem. Após identificar a presença do osso, o médico cirurgião submeteu a jovem a uma broncoscopia para retirar o fragmento que segundo ele, aparentemente seria de uma galinha ou de um pato.

Ainda segundo o de.Wang, em cerca de 30 minutos, a condição que tanto perturbava a jovem a 14 anos, foi solucionada. No entanto, o cirurgião chamou a atenção pelo fato de que a paciente foi diagnosticado repetidamente com bronquiectase, e que apesar das constantes crises de tosse, ninguém havia verificado outros aspectos físicos para avaliar a situação que era recorrente, mas finalmente o incomodo já jovem havia sido solucionado.

Fonte: MegaCurioso