Eleições Notícias Junior Lopes

Jovem é morto em carreata pró-Haddad na cidade de Pacajus, no Ceará

Jovem é morto em carreata pró-Haddad na cidade de Pacajus, no Ceará

Na noite deste sábado, dia 27/10, Charlione Lessa Albuquerque, de apenas 23 anos, foi morto durante uma carreata pró-Fernando Haddad, candidato à presidente do Partido dos Trabalhadores (PT). Tudo aconteceu na cidade de Pacajus, no Ceará.

Segundo relatos de familiares da vítima ao jornal O Povo, o rapaz esteva dentro de um carro quando foi baleado. O criminoso saiu em um Gol branco e efetuou os disparos.

Charlione não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital local. Ele trabalhava como servente de pedreiro na capital do estado, Fortaleza.

Até o momento não há informações oficiais das autoridades sobre qual seria o motivo do assassinato. E o fato vem repercutindo nas redes sociais. Um vídeo mostrando o desespero da família vem comovendo o país.

Ainda no sábado, a Juventude do PT divulgou uma nota de condolência aos familiares da vítima.

Confira o texto na íntegra:

“A Juventude do Partido dos Trabalhadores vêm, através desta, prestar condolências aos familiares do jovem Charlione Lessa Albuquerque, de 23 anos, morto enquanto participava de uma carreata em apoio a Fernando Haddad em Pacajus, no Ceará.

Charlione foi vítima de disparos efetuados por um homem ainda não identificado que saiu de um Gol Branco e, aos gritos de Bolsonaro, atacou a carreata e terminou por atingir o jovem que estava com a sua mãe, Regina Lessa, militante sindical e dirigente do Sindicato dos Sapateiros, no momento do ataque.

Charlione é vítima desta política de propagar o ódio, a intolerância e a violência que nós estamos combatendo nessas eleições. Exigimos das autoridades rigor nas investigações para que este atentado não fique impune e que não volte a se repetir. Nós, jovens militantes que acreditamos numa sociedade construída na tolerância, na paz e no amor, permaneceremos nas ruas e amanhã inundaremos as urnas dos nossos sonhos, que certamente eram os sonhos de Charlione.

Não irão nos amedrontar! Não temos tempo para ter medo!

Charlione, Presente!”.

Junior Lopes

Sobre o autor | Website

Junior Lopes se formou em jornalismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Desde criança sempre foi apaixonado pelas matérias de jornais e seu sonho era um dia poder escrever. Foi descoberto em um estágio no jornal O Povo e imediatamente foi trazido para ser um dos membros da equipe do nosso site.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.