Governo anuncia ferramenta para quem teve auxílio emergencial negado


Uma boa notícia para quem ainda não foi aprovado no auxílio emergencial, o Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, anunciou a criação de uma ferramenta de contestação.

Essa ferramenta servirá para as pessoas que tiveram o auxílio emergencial de R$ 600 negado anteriormente.

Pelos cálculos do governo, eles preveem que o sistema deverá beneficiar cerca de cinco milhões de brasileiros.

Onyx informou que estão construindo o que chamam de esteira de contestação, que será pelo número 121, porém ainda não está pronto, disse ele.

Essa nova ferramenta deverá ser anunciada pelo governo até o final desta semana.

O pagamento do auxílio emergencial se dá através do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

Pra quem é destinado o auxílio emergencial?

Para aqueles que são trabalhadores informais e que se encontram desempregados (maiores de 18 anos) MEIs e todos que são contribuintes individuais do INSS.

O cidadão (a) que cumprir as regras de renda média, também terá direito ao auxílio emergencial do governo.

Todo o auxílio emergencial do governo será pago somente em três parcelas para aqueles que são considerados trabalhadores informais.

Esse pagamento do auxílio por três meses foi gerado devido à crise econômica provocada pela pandemia do coronavírus no Brasil.

Fonte: Uol

Todos contra a Covid-19!