‘Fogo invisível’ queima a mão de jornalista que usou álcool em gel


Este artigo serve de alerta para todas as pessoas que estão usando álcool em gel na prevenção contra o novo coronavírus, a Covid-19.

De acordo com o portal de notícias online, ‘G1’, um jornalista acabou sofrendo queimaduras nas mãos após utilizar o álcool em gel, o caso aconteceu na cidade de Praia Grande, localizada no litoral de São Paulo.

Trata-se de Alexandre Valdivia, de 46 anos, que entrevista ao ‘G1’, contou que o acidente aconteceu no último domingo (29), quando ele chegou em casa após um longo dia de trabalho.

Segundo o jornalista ele passou o álcool em gel nas mãos e em seguida foi cozinhar, quando o acidente aconteceu. “Fui esquentar comida normalmente, porque a gente não imagina na hora”, explica.

Ele só percebeu minutos depois que sua mão estava queimando porque o fogo é invisível. “Minha mão estava queimando e eu nem vi, é muito rápido”.

Alexandre procurou uma dermatologista que confirmou que se tratava de uma queimadura. Ele afirmou que desde então ficou mais atento ao higienizar as mãos com o álcool em gel.

Veja abaixo as orientações de um bombeiro em relação ao uso do álcool em gel:

Em tempos de Covid-19: FIQUE EM CASA

Fonte: ‘G1′