Filho que escalou parede de hospital para se despedir da mãe, vítima da Covid-19, faz pedido emocionante


Durante a última semana, uma imagem de um rapaz que escalou as paredes externas de um hospital localizado em Hebron, na Cisjordânia, com o intuito de ver sua mãe que estava internada devido as complicações do novo coronavírus, viralizaram nas redes sociais, emocionando milhões de pessoas ao redor de todo o mundo. A mulher em questão, de 73 anos de idade, infelizmente, acabou não resistindo à infecção, falecendo dias depois de ser internada.

Durante uma entrevista concedida para à Palestina TV, Jihad Al-Suwait, atualmente com 30 anos de idade, decidiu realizar um pedido diante das câmeras, pedindo para que as pessoas ao redor do mundo possam cuidar dos mais velhos, evitando, assim, passarem pela mesmo dor que passou.

Continuando seu desabafo, o rapaz ainda informou que nunca imaginou passar por tal situação, perdendo sua amada mãe de tal forma. Jihad ainda ressaltou que não deseja tal coisa para ninguém, sentindo que o mundo havia se fechado à sua frente. O rapaz, comovido, afirmou que caso fosse preciso e houvesse tal passibilidade, daria sua vida e sua alma para que sua mãe pudesse ficar viva durante mais tempo. “Cuidam dos velhos para não sentir a amargura que senti”, desabafou o rapaz.

A mãe de Jihad, Rasmi Suwaiti, já sofria de leucemia, decidindo ir até o hospital em que foi internada após sentir os primeiros sintomas do novo coronavírus. Pelo fato de não pode visitar sua mãe na ala em que estava internada devido ao alto risco de contaminação, Jihad, então, decidiu escalar as paredes do local conseguindo chegar até a janela do quarto onde sua ascendente se encontrava internada.

Todos os dias

Segundo as informações concedidas pela rede Al Jazeera, o homem visitou sua mãe na janela do hospital até o último dia de vida, que foi registrada em 16 de julho.

Ainda durante a entrevista realizada, Jihad afirma não saber onde encontrou forças para conseguir escalar as paredes do hospital, informando que o amor por sua mãe falou mais alto durante tal momento.

Nova onda

Novamente, a palestina ligou o alerta contra a pandemia da Covid-19, após novos casos surgirem na região. Durante o último balanço publicado, a Faixa de Gaza e a Cisjordânia acumulavam o total de 9 mil infectados e 66 óbitos. A disputa que está vendo traçada entre Palestina e Israel por território acabou diminuindo o isolamento e, consequentemente, culminando em novos casos.

Fonte: i7News;