Fake News sobre o coronavírus deixa dezenas de mortos


O coronavírus se espalhou pelo mundo, e gera grande preocupação da população dos mais diversos continentes. Cerca de três mil pessoas morreram vítimas do Covid-19 e o número ainda pode aumentar consideravelmente.

De acordo com o portal de notícias online do jornal ‘Extra’, no Irã, que é o terceiro país com o maior número de infectados, onde 237 pessoas já morreram.

O Irã fica atrás apenas da China e da Itália em números de pessoas que contraíram a doença e número de mortos.

Uma fake news se espalhou por algumas cidades do Irã afirmando que a ingestão de álcool evitava o contágio pelo coronavírus e curava aqueles que estavam infectados.

Como no Irã é proibido a venda de bebida alcoólica, as pessoas fizeram a ingestão de álcool adulterado, infelizmente 27 pessoas morreram.

A informação foi dada nesta segunda-feira (9), pela agência oficial iraniana Irna, segundo os dados colhidos pelas autoridades locais, 20 pessoas morreram na província de Khuzestán localizada no sudoeste do Irã e outras sete foram a óbito na província de Alborz, que fica bem próxima da capital Teerã.

Mortes por intoxicação de álcool adulterado no Irã é bastante comum conforme anunciou a agência Irna.

É preciso ter muito cuidado com as notícias compartilhadas sobre o coronavírus, busque sempre fontes oficiais, como por exemplo, o ministério da saúde.

Fonte: Extra