Enfermeiro fotografa impacto do coronavírus em hospital da Itália: ‘Morrer sozinho é horrível’


Um dos enfermeiros da cidade de Cremona, resolveu mostrar algumas fotos de como está a situação na única unidade hospitalar da cidade, com toda essa crise de coronavírus.

O enfermeiro italiano identificado com Paolo Miranda, faz parte da equipe que está cuidando dos 2.167 infectados que estão na UTI, onde já faleceram 199 pessoas, diagnosticadas com o Covid-19.

Paolo é enfermeiro em Cremona e também fotógrafo: ele está retratando a luta contra o coronavírus no hospital em que trabalha

Assim como outros colegas da área da saúde, Paolo está trabalhando o dobro neste mês e pode trabalhar ainda mais caso a pandemia aumente.

Equipe de saúde está sendo abarrotada por presentes de pacientes

Em entrevista ele conta que nunca irá se esquecer desses dia no combate ao surto do coronavírus, e que as imagens são poderosas, e que vão ficar como lembranças.

Não são só apenas muitos casos — e às vezes mortes — por coronavírus a tratar; são muitas emoções, também

Ele também diz que em muitos momentos os seus colegas se desmoronas e começam a chorar de cansados e também ao ver que os seus pacientes não estão dando nenhum sinal de melhora.

Paolo menciona a solidariedade entre a equipe como um dos 'combustíveis' para continuar na luta contra o coronavírus

Que quando um não aguenta a pressão, o outro companheiro de equipe vem e dar uma força de ânimo.

Paolo trabalha a nove anos na unidade hospitalar e se emociona ao dizer que nunca viu nada igual em toda a sua vida.

O Enfermeiro finaliza dizendo que é muito doloroso para todos presenciar esta situação tão difícil que o mundo todo está vivendo.