Em live, pastor do Paraná chama fiéis de igreja da periferia de “moreninhos, encardidos e sujos”, e é acusado de racismo, assista


Um pastor do Paraná causou muita indignação após usar termos chulos, de cunho racista e inapropriados sobre os fiéis que frequentavam uma igreja localizada na periferia da cidade de Toledo, localizada no interior do estado.

O pastor identificado como Rodrigo dos Santos, conversava através de uma live com sua esposa também pastora, Jessica Maciel, ele se referiu aos frequentadores da Igreja Batista do Calvário, como “moreninhos, encardidos e sujos”.

De acordo com o portal de notícias online, ‘UOL’, o casal lidera a instituição religiosa da qual se referiram.

A live aconteceu na noite da última terça-feira (16), durante a conversa o pastor se lembrou da primeira vez que viu a esposa no culto da igreja e afirmou que ela foi notada por ter se destacado entre os demais fiéis por ser loira.

“Para quem é de Toledo… Quem conhece a Igreja Batista de Calvário, ela é pioneira de uma região mais pobre. E a gente não via loira, como minha esposa, e quando ela veio para o culto se destacou”, disse o pastor.

E continuou; “Porque o pessoal é de classe pobre, meio encardido, meio sujo. Quando ela chegou percebi que era da zona mais rica da cidade”, completou. No vídeo, Jessica ainda disse. “Pessoal mais moreno, queimado de sol”. Confira:

Após a grande repercussão negativa e de saber que serão processados, o pastor usou as redes sociais para se desculpar, mas já era tarde demais.

 

Reação das redes sociais:

COVID-19

O novo coronavírus – Covid-19 – não escolhe suas vítimas, todos estão sujeitos e suscetíveis ao contágio, por isso siga as orientações da OMS – Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde e proteja-se. FIQUE EM CASA!!!

Cuide-se para não se tornar mais uma vítima da Covid-19.

Fonte: UOL