Deficiente físico sem uma das mãos, vendedor de salgados é humilhado por cliente e história viraliza nas redes sociais


Esta é mais uma história de uma pessoa simples, lutando por sua sobrevivência que acaba sendo humilhado de maneira vil.

Vendedor de salgados sem mão desabafa após ser humilhado por cliente e viraliza na web — Foto: Arquivo pessoal/José Rafael Marciano

O caso aconteceu na cidade de Marília, localizada no interior de São Paulo, o vendedor de salgados, identificado como Rafael Daiany contou em suas redes sociais que havia sido tão humilhado por um cliente quando foi fazer a entrega de uma encomenda que estava pensando em deixar de fazer os quitutes.

Deficiente físico e com problemas cardíacos, Rafael trabalhava como pintor, mas por causa da pandemia da Covid-19, ficou sem serviço e sem renda.

Foi então que surgiu a ideia de fazer salgados e passou a vendê-los e entregá-los a domicílio, ele conta com a ajuda da esposa para produzir as encomendas.

Porém no último dia 23 de junho, Rafael fez uma publicação em seu Facebook que comoveu milhares de pessoas, ele revelou que estava muito abalado após ter sido humilhado por um cliente. Ele preparou a encomenda de 50 salgados, porém demorou mais do que o esperado e foi recusado pelo cliente no momento da entrega.

Em entrevista concedida ao ‘G1’, Rafael revelou que nunca em sua vida tinha sido tão humilhado. “Ele me xingou no telefone, disse que eu não era profissional, que eu era vagabundo, que eu tinha que ter avisado antes”, afirmou. Em seu desabafo nas redes sociais, Rafael afirmou que não faria mais entregas após o episódio, somente encomendas para retirada. Confira:

Comerciante de Marília desabafa na web humilhação por cliente — Foto: Reprodução/Facebook

O desabafo de Rafael viralizou, uma ‘vaquinha virtual’ foi criada para ajudar a família e felizmente a meta de R$75.000 foi atingida em 24 horas, até o momento do fechamento desta matéria a arrecadação estava em torno de R$100.000.

Vendedor de salgados mora com a esposa e as três filhas em Marília — Foto: Arquivo pessoal/José Rafael Marciano

As encomendas de salgados aumentaram muito, Rafael releva que ele e a esposa estão trabalhando até de madrugada.

Leia também:

Wassef ameaça e dá recado: “Entrei em modo guerra. Quando isso acontece, viro o diabo”

COVID-19

O novo coronavírus – Covid-19 – não escolhe suas vítimas, todos estão sujeitos e suscetíveis ao contágio, por isso siga as orientações da OMS – Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde e proteja-se. FIQUE EM CASA!!!

Cuide-se para não se tornar mais uma vítima da Covid-19.

Fonte: G1