Datena critica Paulo Guedes e defende taxar ricos para pagar Renda Brasil


Nos últimos dias, muito se tem falado sobre o novo benefício, Renda Brasil, que chegará para subsistir o atual bolsa família. Em meio a tanta polêmica sobre o assunto, o apresentador da Band, José Luiz Datena, se revoltou com as atuais propostas do governo e acabou criticando o Ministro da Economia Paulo Guedes. Na ocasião, Datena deu sua opinião sobre o benefício e afirmou que os mais ricos deveriam ser taxas, para assim cobrir os gastos e ajudar aos mais necessitados.

“O Paulo Guedes só fala em aumentar imposto, CPMF e tal. Quer um Renda Brasil… o Bolsonaro está certo, você tira de pobre para dar para paupérrimo. Taxa os mais ricos, Paulo Guedes”, disse Datena durante o Brasil Urgente, da Band, deste último sábado, 29 de agosto.

Bolsonaro suspendeu proposta de Guedes

Na quarta-feira, 26 de agosto, Bolsonaro se mostrou bastante insatisfeito com a ideia de Guedes para o novo programa do Renda Brasil, e afirmou que a proposta apresentada a ele não será enviada ao congresso.

De início, a proposta do governo era unificar o Bolsa Família, abono salarial, Farmácia Popular e seguro defeso para criar o Renda Brasil.


O presidente não gostou principalmente da ideia de usar o dinheiro destinado ao abono salarial para financiar o Renda Brasil.

“Não posso tirar de pobre para dar para paupérrimos, não podemos fazer isso aí. Como a questão do abono salarial, para quem tem até dois salários. Seria um 14º, não podemos tirar de 12 milhões de famílias para dar para o Bolsa Família, ou Renda Brasil, seja o que for o nome deste programa”, afirmou o presidente.

Na sexta-feira, 28 de agosto, Paulo Guedes disse que o presidente teve razão ao criticar o fim do abono.

Neste sábado, 29 de agosto, Datena endossou a fala de Bolsonaro e afirmou que Guedes, com o Renda Brasil, “outra vez queria tirar de pobre para dar para paupérrimo”.

“Se cair na desses caras nós estamos completamente perdidos, porque eles nunca querem tirar de quem tem dinheiro, querem tirar de quem não tem é nada, para dar para quem tem menos ainda”, afirmou o apresentador.

Fonte: Uol