Como ficam os próximos pagamentos do Bolsa Família com novo formato do governo; confira


Os beneficiários do Auxílio Emergencial, estão se perguntando quando será divulgada o cronograma oficial, desde que foi anunciado que o mesmo teria mais parcelas.

Na última terça-feira, dia 30 de março, foi anunciado no Palácio do Planalto, que o benefício seria ampliado por mais 2 meses.

Até o momento, o governo ainda não divulgou quando será feita a liberação das parcelas futuras.

Os depósitos deveram acontecer nos próximos meses, entre julho e agosto. Lembrando que o benefício continua com o valor de $600,00 reais, sendo a soma dos dois meses em, $1.200,00.

Calendário do Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família tem um calendário próprio, são diferentes dos brasileiros que estão apenas no auxílio emergencial.

Por este motivo, as próximas datas, deverão continuar seguindo o cronograma recorrente para este ano.

Com a chegada da vacina contra o coronavírus, quem vai receber primeiro? Confira a resposta

As datas a seguir são baseadas no último dígito do NIS, e acontecem sempre na mesma sequência, nos últimos 10 dias úteis de todo mês:

Provável calendário do Bolsa Família e o Auxílio Emergencial:
4ª parcela:
  • 20 de julho de 2020: Nis final 1
  • 21 de julho de 2020: Nis final  2
  • 22 de julho de 2020: Nis final  3
  • 23 de julho de 2020: Nis final 4
  • 24 de julho de 2020: Nis final 5
  • 27 de julho de 2020: Nis final 6
  • 28 de julho de 2020: Nis final 7
  • 29 de julho de 2020: Nis final 8
  • 30 de julho de 2020: Nis final 9
  • 31 de julho de 2020: Nis final 0
5ª parcela:
  • 18 de agosto de 2020: Nis final 1
  • 19 de agosto de 2020: Nis final  2
  • 20 de agosto de 2020: Nis final  3
  • 21 de agosto de 2020: Nis final 4
  • 24 de agosto de 2020: Nis final 5
  • 25 de agosto de 2020: Nis final 6
  • 26 de agosto de 2020: Nis final 7
  • 27 de agosto de 2020: Nis final 8
  • 28 de agosto de 2020: Nis final 9
  • 31 de agosto de 2020: Nis final 0

Fonte: Expresso do sertão

Bolsonaro sanciona lei, mas desobriga uso de máscara em loja, escola, igreja e locais públicos