Bonner é obrigado a pedir desculpas por música petista durante transmissão ao vivo. Assista ao vídeo


O âncora do Jornal Nacional, William Bonner, se viu obrigado a pedir desculpas aos telespectadores da Rede Globo após uma música do Partido dos Trabalhadores (PT) invadir a transmissão ao vivo do Jornal Nacional, na noite desta quarta-feira (18).

Em Brasília, a repórter Giovanna Telles comentava sobre a reunião realizada entre Jair Bolsonaro, o ministro Dias Tofoli, do Supremo Tribunal Federal (STF) e outras autoridades.

Próximo ao fim da transmissão ao vivo, uma tradicional música petista utilizada por eleitores para demonstrar seu apoio ao ex-presidente Lula, começou a tocar nitidamente ao fundo da matéria exatamente no momento em que era exibida a cena de Bolsonaro chegando em uma coletiva com seus ministros e pode ser ouvida por qualquer pessoa que acompanhava a matéria.

Tratava-se de um eleitor petista. Ele colocou a música que acabou sendo captada involuntariamente pelo microfone da repórter. Bonner pediu desculpas pelo ocorrido.

“Agora há pouco, durante a entrada ao vivo da repórter Giovanna Teles, de Brasília, um manifestante tocou uma música que geralmente é tocada em comícios do PT. O som foi captado involuntariamente pelo microfone da repórter enquanto ela relatava a reunião de Bolsonaro com Toffoli. Pedimos desculpas aos telespectadores”, disse ele.