Bolsonaro escancara descaso com a saúde do brasileiro e proíbe ajuda essencial para combate da Covid-19


Nesta quarta-feira (3), o Brasil bateu uma marca triste diante da pandemia do novo coronavírus, nas últimas 24 horas, 1.349 brasileiros perderam a vida por causa da Covid-19.

Uma pessoa morreu no Brasil a cada 64 segundos, vítima da Covid-19, em 24 horas, um número assustador e que deve aumentar consideravelmente. Os números mostram que 32.548 pessoas morreram desde o início da pandemia no Brasil.

Nesta quarta-feira, o Presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), vetou, negou, proibiu uma ajuda essencial para o combate a Covid-19, mostrando todo o descaso do Governo Federal com a saúde da população brasileira.

Jair Bolsonaro sancionou lei que extingue o fundo de reservas monetárias formado pelas receitas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), que tem cerca de R$ 8,6 bilhões, mas vetou o repasse desse recurso para o combate ao novo coronavírus nos estados. A decisão foi publicada na edição de hoje, do Diário Oficial da União.

Rodrigo Maia (DEM), Presidente da Câmera de Deputados, ficou perplexo diante do voto do Presidente, este valor já estava direcionado para o combate da Covid-19.

COVID-19

O novo coronavírus – Covid-19 – não escolhe suas vítimas, todos estão sujeitos e suscetíveis ao contágio, por isso siga as orientações da OMS – Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde e proteja-se. FIQUE EM CASA!!!

Fonte: Estadão